Está preparad@ para um programa de coaching?

Está preparad@ para um programa de coaching?

Está preparad@ para um programa de coaching?

Nos dias de hoje, muito se fala em coaching. Este processo tem sido cada vez mais utilizado e muitas empresas têm investido em programas de coaching para gestores e executivos com excelentes exemplos bem conhecidos. No entanto, verifica-se que apesar desta ferramenta melhorar muito o desempenho não existe uma fórmula secreta para garantir o sucesso. Será que as pessoas estarão prontas para esta mudança? Fique atento e saiba quando um gestor ou executivo não está preparado para encarar este desafio!

O coaching não é para qualquer pessoa, pois este processo destina-se sobretudo a quem tem vontade de melhorar e transformar verdadeiramente a sua vida e quer ter sucesso tanto a nível profissional como pessoal. Pode não ser fácil iniciar esse processo pois nem todos os profissionais estão preparados para receber este tipo de ferramenta e como consequência as empresas acabam por desperdiçar os seus recursos num programa deste âmbito e assim o investimento acaba por não apresentar resultados.

Saiba quando um gestor ou um executivo não está preparado para coaching:

  • Demasiado ligado às crenças e modus operandi

Quando um gestor ou executivo está disposto a alterar alguns dos seus comportamentos, mas não as suas crenças isto pode complicar muito o trabalho com o coach. Tudo isto será muito difícil para ambos na procura de perspetivas, possibilidades e novas formas de fazer para encontrar soluções para os problemas e estará muitas vezes a bloquear e a sabotar novas vias.

  • Rejeição do coach

Saber que se vai ser treinado pode tornar-se algo assustador e nem todas as pessoas são capazes de encarar este desafio com naturalidade e em muitos casos um sinal de que não está preparado é quando é questionado constantemente sobre o porquê de ter sido sugerido o processo de coaching e a pessoa rejeitar continuamente profissionais desta área.

  • Procura resultados imediatos

Resolver tudo de forma rápida nem sempre é o mais correto e muitas vezes o gestor ou executivo exige que este processo seja compactado e comprimido na esperança de alcançar resultados rapidamente, algo que não é expetável num programa de coaching.

  • Críticas ignoradas

Gestores e executivos que não estão preparados para o processo de coaching na maior parte do tempo ignoram a reflexão, a análise, as questões e indicações realizadas pelo coach e isso é um entrave. Por isso, é importante que em todas as sessões exista abertura, empatia, escuta ativa e ausência de julgamento para que cada participante no programa de coaching possa descobrir e ver outras dimensões, capacidades e oportunidades e não críticas e/ou avaliações negativas sobre si e sobre o seu comportamento. Caso isso não aconteça o programa de coaching não vai resultar.

  • Distração e falta de tempo constantes

Muitos gestores e executivos afirmam que se encontram dispostos a entrar neste processo, mas o que acontece é que muitas vezes não conseguem encontrar tempo e acabam por desmarcar as sessões à última da hora e quando estão na presença do coach revelam-se bastante distraídos pensando em inúmeras coisas ao mesmo tempo. Além disso, eles acabam também por dar a desculpa que enfrentam grandes desafios e é muito difícil gerir o tempo e que estão sempre muito ocupados. Se a pessoa não tem a capacidade de definir prioridades é sinal que precisa de coaching, mas por vezes isso pode revelar-se um desperdício pela sua falta de vontade. Tudo isto acarreta para o coach uma enorme dificuldade no desenvolvimento de novos hábitos, competências e de alteração do mindset do participante no processo de coaching.

  • Responsáveis, os outros ou a situação

Muitas vezes em situações de stress ou mesmo de grande preocupação e agitação no contexto profissional a pessoa acaba por apontar as culpas a tudo o que @ rodeia e não pensa nem se coloca em causa pelo que está a correr menos bem nas suas escolhas e comportamentos. Além disso, nestas situações é frequente ouvir desculpas sobre a falta de oportunidade ou validade de realizar um processo de coaching no presente. Tudo isto releva falta de autoconsciência, de implicação e por vezes até de responsabilidade e pode ser muito difícil chegar à raiz do(s) problema(s) tendo forte impacto em toda a equipa, no projeto e fonte de enorme frustração.

Em resumo alguns benefícios do coaching para gestores e executivos são:

  • Aprender a liderar, a servir e a ser um exemplo
  • Saber planear e definir metas e objetivos claros
  • Aprender a comunicar e a trabalhar em equipa.

Percebeu o enquadramento?

Então, se é um gestor ou executivo, tem sonhos e quer passar a líder respeitado e passar por um processo de coaching esteja consciente de tudo o que implica. Como disse John Wooden um bom coach pode mudar um jogo mas um excelente coach muda uma ou muitas vidas.

Faça já essa transformação na sua!

João Mouga Vieira

Leave a comment

Name
E-mail
Website
Comment